O poder da quinua – benefícios e indicações

Cristiano Meireles 30 de novembro de 2012 0


A quinua é um cereal que desembarcou no Brasil não faz muito tempo. Apesar disso, vem conquistando espaço nas cozinhas brasileiras. E não é para menos. A quinua é muito completa em relação às quantidades de calorias, proteínas, gorduras e carboidratos. Pode ser encontrada na forma de grãos, flocos e farinha. Há cosméticos feitos de quinua que prometem até renovar a pele, como os da Bel Col, por exemplo.

A quinua é considerada a rainha no quesito benefícios para a saúde: acelera o metabolismo, evita a produção excessiva de insulina, possui carboidratos de baixo índice glicêmico,  limpa as artérias do coração e combate a anemia. Há quem diga, ainda, que a quinua também para melhorar a memória e a imunidade.

Ainda tem vitaminas, sais minerais e gordura boa. Mas é a proteína de alto valor biológico que faz desse grão um alimento especial: a quinua tem uma combinação de aminoácidos semelhante à do arroz e feijão juntos! Cada grão contém 20 aminoácidos diferentes, entre eles a metionina e a lisina, responsáveis pela formação de uma proteína completa e de boa absorção.

Outra vantagem é que a quinua tem mais ferro que muitos cereais. Em cada 100 gramas, são 10,9 miligramas do mineral, que combate a anemia e garante muita energia para as atividades diárias. O pequeno grão é, considerado por muitos, o melhor e mais completo alimento de origem vegetal, apesar disso, é um alimento muito calórico: cada 100 gramas correspondem em média 350 calorias. Por isso, coma de forma controlada!

Há uma grande diversidade de tipos de quinua. A quinua em grãos, por exemplo, deve ser cozida com água fervente e sal e guardada na geladeira, podendo ser usada em saladas, sopas e cozidos. Em sua forma de flocos, pode ser usada em saladas de frutas, vitaminas, iogurtes e até polvilhado em sopas. A quinua em farinha substitui a farinha de soja e pode ser usada na base de pão, macarrão, adicionadas à salada ou ao suco.

O consumo regular de quinua é indicado a todas as pessoas, mas, especialmente às crianças e aos atletas. No primeiro caso, por conter componentes relacionados ao desenvolvimento, da rapidez de reflexos e de outras funções da memória. Para o segundo, o cereal ajuda na recuperação das fibras musculares.

O preço da quinua é uma questão à parte, já que um pacote de 500 gramas custa, em média, R$30. Isso porque, no Brasil, há ainda muita restrição quanto ao cultivo da quinua, tendo poucas plantações nas regiões Sul, Sudeste e Centro- Oeste. Mas a maior comercialização é importada, originária da Bolívia.

Quinua: o cereal sagrado para os incas

Chamado também de quinoa, este cereal, até pouco tempo atrás, era cultivado apenas em um lugar no mundo, no deserto Uyuni (altiplano Boliviano) e era muito apreciado pelos incas, justamente pelo seus benefícios a saúde.

A quinua era chamada de “Grano Madre” ou “Grano de Oro”, pelos incas, e venerada como símbolo religioso. Todos os anos, quando iniciava a época do plantio, o próprio líder inca, com uma ferramenta de ouro maciço, abria simbolicamente o período de plantio do cereal, considerado “milagroso”  e “mãe dos seres humanos”




Leave A Response »