Horário de verão 2013 – início, fim e a não adesão da Bahia

admin 16 de outubro de 2012 1


Há quem ama e quem odeie. Mas não tem jeito. Entra ano e sai ano, o Sol se “põe” mais tarde em muitos estados brasileiros. O Horário de Verão começa no próximo domingo, quando moradores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste e agora o Tocantins terão que adiantar os relógios em uma hora.

Quando começa e termina horário de verão 2013

O horário de verão começa em 21 de outubro e vai até 17 de fevereiro de 2013 e, segundo o Ministério de Minas e Energia, durante o período há redução média de 5% no consumo de energia elétrica no horário de pico, que vai das 18h às 21h. Isso significa que o país deixa de gastar R$50 milhões em energia elétrica no período.

O horário de verão é adotado no Brasil desde 1931, devido ao aumento da demanda de energia nesta época do ano, devido ao crescimento da produção industrial, devido ao Natal e Reveillon e em função do própria temperatura, quando as pessoas utilizam muitos aparelhos para espantar o calor.

As regiões Norte e Nordeste não aderem à mudança, porque o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) avaliou que a economia nesses mercados é pouco expressiva, e não justifica a participação. Além disso, como as duas regiões estão situadas próximas da Linha do Equador, em que a duração dos dias e das noites não sofrem alterações significativas ao longo do ano, os ganhos são menores. Por outro lado, as regiões mais ao sul do país, próximas do Trópico de Capricórnio, já apresentam duração da luminosidade solar muito maior no verão do que no inverno, reunindo condições excelentes para a implantação da medida.

O Decreto n° 6.558, de 2008, regulamenta as datas para início e fim do Horário de Verão: começa sempre no terceiro domingo de outubro e o término é sempre no terceiro domingo de fevereiro do ano subsequente. Isso porque, estudos revelaram, no decorrer dos anos, que as pessoas precisam de um dia não útil para adaptar o organismo ao novo horário.

Apesar de inicialmente ter sido criado apenas para beneficiar o setor elétrico, de alguns anos para cá, a população brasileira vem reconhecendo o adiantamento do relógio como uma importante medida para se aproveitar melhor os espaços de lazer das cidades, além de beneficiar o turismo e o comércio.

Bahia não adere ao Horário de Verão

Neste ano, a Bahia foi excluída do horário, a pedido do próprio governador, Jaques Wagner. Uma consulta pública mostrou que 76% dos baianos reprovam a alteração de horário. “A economia de energia no Nordeste é pequena. A principal questão era estar alinhado ao horário de Brasília. Estou alterando a decisão, que beneficia os trabalhadores que têm de acordar cedo, como os da construção civil, domésticas e rodoviários”, explicou Wagner, durante uma entrevista ao Programa Balanço Geral, na TV Record.

Os sindicalistas baianos também são contra a adesão do estado ao horário. Para eles, o horário é prejudicial aos trabalhadores, que têm de acordar na madrugada, quando ainda é noite, para chegar ao trabalho, tornando a jornada mais cansativa e, portanto, mais propensa a acidentes de trabalho. A Bahia havia ficado oito anos fora do Horário de Verão e só voltou a participar no ano passado.

 




One Comment »

  1. andreia barbosa 18 de outubro de 2012 às 9:59 - Reply

    Achei muito bom o fato da bahia não ter aderido esse ano ao horário de verão.A gente já acorda cedo todos os dias ,trabalha feito uns condenados.
    Esse horário só fez com que os pobres trabalhadores se tornassem zumbis,caindo de sono.Quem inventou essa moda certamente não tem que acordar as 4 da manhã .

Leave A Response »