Herpes: como prevenir, causas e tratamento

admin 13 de abril de 2013 0


A herpes é uma doença viral, altamente contagiosa e que se pega através do contato direto com a ferida da herpes de outra pessoa. Beijar, manter relações sexuais, usar as mesmas roupas ou até mesmo estar no mesmo ambiente com uma pessoa que tem herpes são algumas das formas de contagio da doença. O contato com algum objeto infectado com o vírus, como copo, talheres, toalhas da pessoa infectada também transmitem a doença.

A herpes é uma doença que pode demorar anos para aparecer depois do contágio, podendo ser do tipo genital, que compromete os órgãos sexuais, ou do tipo zóster, um tipo de herpes que é a reativação do vírus da catapora que se manifesta num local específico, geralmente quando a pessoa apresenta baixa resistência.

Como a catapora é uma doença que atinge a maior parte das crianças, então, a herpes também acaba sendo uma doença muito comum. Segundo a Associação Brasileira de Dermatologia, cerca de 90% da população brasileira possui algum tipo de herpes. Porém, mesmo que você carregue o vírus, só 10% das pessoas sofrem com as feridas. Por isso, nada de pânico!

Os primeiros sinais do aparecimento de herpes do tipo zóster são formigamento e coceira. Depois de algumas horas pequenas bolhas se manifestam na pele. Estas são circundadas por uma borda avermelhada. A herpes zóster normalmente atinge apenas um lado do corpo, sendo mais comum no peito ou na face. São feridas muitíssimos dolorosas e devem ser tratadas com rapidez em um hospital.

herpes-zoster

No caso da herpes genital, os sintomas são pequenas feridas agrupadas de bordas arredondadas, avermelhadas, com líquido transparente em seu interior, muita coceira, dor, ardor ao urinar, ínguas na virilha, mal estar e perda de apetite.

O mais comum é que a herpes apareça em torno da boca, lábios, nariz e órgãos genitais, mas a doença pode aparecer em qualquer parte do corpo. É importante saber que as feridas tendem a desaparecer em até dez dias quando feito o tratamento correto. Os médicos recomendam que deve ser usada uma pomada própria para o tratamento de herpes, que deve ser usada logo quando a ferida aparecer. Outra recomendação é que a pessoa deve evitar coçar as feridas e manter seus objetos de uso pessoal afastados dos demais.

Alimentos que ajudam na prevenção da herpes

Você já sabe que a herpes é um vírus altamente contagioso, que ataca a maior parte da população, apesar de se manifestar em apenas uma parte dela. O que você ainda não sabe é que, infelizmente, depois da primeira ocorrência do vírus, ele tende a reaparecer de vez em quando. Mas sabia que você pode diminuir a aparição do vírus da herpes tendo uma alimentação adequada?

O leite fermentado, por exemplo, é um ótimo aliado na prevenção da herpes. Isso porque a doença está diretamente ligada a baixa imunidade e os probióticos, no caso o leite fermentado, melhora todas as funções do intestino, que através do seu sistema de defesa próprio, mantém a saúde em dia.

O peixe também é um aliado. Rico em ômega 3, a carne branca deve ser consumida pelo menos três vezes por semana. Para aumentar o poder de resistência do organismo, acrescente alho à sua dieta. O ideal é consumi-lo cru, para que você consiga extrair todas as propriedades do alho.

Os alimentos que contém lisina também ajudam na prevenção da herpes. Carnes, peixe, ovo, quinoa, leite e derivados devem ser consumidos com frequência!




Leave A Response »