Empregos temporários para o Natal 2013 movimentam o país

Cristiano Meireles 11 de dezembro de 2013 0


Uma pesquisa feita pelo Sindicato das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo (Sindeprestem) mostrou que ainda existem 18.200 vagas temporárias a espera de candidatos em todo o país, nos vários setores do comércio e da indústria. A expectativa é que todas estas vagas sejam preenchidas e que, 12% deste total de novos funcionários sejam efetivados.

O estudo também identificou que 20% destas vagas devem ser preenchidas por jovens em situação de primeiro emprego. O comércio é o setor que mais irá contratar para vagas temporárias. Ao todo, são 112 mil vagas abertas, sendo que destas, 16,8 mil ainda não foram preenchidas em todo o país. A remuneração deve ficar em torno de R$ 975, alta de 11,8%, com direito a vale-transporte e vale-refeição, mais recompensas por desempenho.

Geralmente, os empregos temporários se estendem até janeiro, quando os clientes começam a fazer as trocas dos presentes de Natal. A remuneração mensal varia entre R$ 400 e R$ 2.200, em média, considerando-se as comissões.




Em Salvador, por exemplo, a busca por quem deseja trabalhar nesta época do ano aumentou em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo os dados da Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL), o número total de contratação é de 6 mil trabalhadores temporários pelo comércio em Salvador e Região Metropolitana. Os maiores contratadores são os shoppings. Já o comércio de rua prevê a contratação de 20 mil trabalhadores em todo o estado. No Rio de Janeiro a média é de 7.500 novas contratações para o Natal.

As oportunidades são, principalmente,  para vendedores, caixas e promotores de produtos. Há lugar também para seguranças, recreadores, cabeleireiros, manicures, esteticistas, confeiteiros e auxiliares de cozinha. Em São Paulo, segundo uma pesquisa feita com os parceiros da Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop), as vagas se concentram em dois setores: de roupas e calçados, e de eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

As contratações serão para cargos de vendedor, caixa, estoquista, repositor e analista de crédito, com salário médio entre R$ 750 e R$ 1.250. Na capital mineira, o cenário é também de otimismo. A expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) é de que as contratações avancem entre 3% e 4%, gerando entre 9.312 e 9.402 postos de trabalho.

Os shoppings concentram boa parte das vagas. Del Rey, Estação BH, DiamondMall, BH Shopping, Pátio Savassi, Boulevard, Minas Shopping e Shopping Cidade devem gerar juntos mais de 5 mil vagas em suas lojas.Em todos os empreendimentos, os interessados podem procurar, além das lojas, a própria administração dos shoppings e seus sites para ter mais informações.

Nas indústrias também há vagas. Das 48 mil oportunidades, 1,4 mil vagas temporárias ainda estão à espera de trabalhadores. As principais funções são: auxiliar administrativo, auxiliar de departamento financeiro, auxiliar laboratório, auxiliar de serviços gerais, motorista, nutricionista, operador de empilhadeira, operador de máquinas, técnico em manutenção industrial e técnico em segurança trabalho. Os salários giram em torno dos R$1.250 mais benefícios.

fila-emprego-natal

Onde procurar empregos temporários

No Centro de Atendimento ao Trabalhador da sua cidade ou em sites como www.catho.com.br, www.curriculum. com.br e www.infojobs.com.br.

Leave A Response »