Como evitar a enxaqueca

admin 6 de abril de 2013 0


A enxaqueca é um desequilíbrio químico resultante do estilo de vida e hábitos de vida da pessoa. Quem sofre de enxaqueca tem dores fortes e latejantes de cabeça que não melhoram com ingestão de analgésicos.

A localização da dor de cabeça da enxaqueca pode variar de crise para crise, mas raramente as dores são no mesmo lugar e podem ocorrer em várias partes da cabeça. Nos casos mais intensos, as pessoas sentem dores nos dentes, no pescoço e no rosto. Além da dor de cabeça em si, a enxaqueca pode provocar náuseas, vômitos,  aversão à claridade, ao barulho, aos cheiros, hipersensibilidade do couro cabeludo, visão embaçada, irritabilidade, flutuações do humor, ansiedade, depressão e lacrimejamento.

Uma crise de enxaqueca típica pode durar de três horas a três dias, com intervalos de momentos com e sem dor. A frequência da dor de cabeça também é variável. Há pessoas que tem apenas uma vez na vida e não apresentam mais estes sintomas, outras pessoas podem ter até todos os dias ou várias vezes ao dia.

Ao fim de uma crise de enxaqueca, a pessoa sente como se estivesse de ressaca, podendo apresentar, por mais de um dia, tolerância limitada para atividade física e mental.

Agora que você sabe um pouco sobre a enxaqueca conheça as formas para evitá-la:

  • Coma a cada três horas: Ficar sem comer muito abaixa a quantidade de açúcar no sangue, estimulando a produção de substâncias que causam as crises de enxaqueca;
  • Durma pelo menos 8 horas por dia: Uma boa noite de sono não é apenas merecida para todas as pessoas, mas necessária, principalmente para quem tem crises de enxaqueca. Dormir pouco ou muito, acordar no meio da noite, deitar ou se levantar tarde, são alguns motivos que podem colaborar para a enxaqueca;
  • Atenção aos fatores hormonais: É comum que, no período de menstruação, você sofra com dores de cabeça, devido aos fatores hormonais. Mas observe se esta dor evolui rapidamente para uma exaqueca. Se sim, procure seu médico para que ele investigue as causas da suas dores;
  • Relaxe: Irritação, ansiedade e mudanças bruscas de humor causam enxaqueca. Tente levar uma vida mais relaxada;
  • Faça atividades físicas: Praticar alguma atividade física ajuda a diminuir as crises de enxaquexa. Isso acontece porque ao se fazer exercícios, o organismo libera endorfina e serotonina, substâncias relacionadas ao prazer e ao relaxamento que ajudam o corpo a ficar mais resistente;
  • Tome menos café: A cafeína provoca enxaqueca. Para quem sofre com as crises, o melhor é cortar o café da dieta, bem como refrigerantes e chá-preto;
  • Tenha uma dieta saudável: Comer bem é bom para todo o funcionamento do organismo e para enxaqueca também. Coma alimentos saudáveis e fuja das comidinhas gordurosas;
  • Atenção ao analgésicos: Tenha consciência que os analgésicos apenas tratam a dor imediata e não a enxaqueca. A exaqueca se trata com remédios específicos receitados por um neurologista. Faça o tratamento da forma correta e fique livre da dor.




Leave A Response »