Como ajudar seu filho no dever de casa

admin 13 de agosto de 2012 0


O programa Encontro – com Fátima Bernardes exibido na manhã de 13 de agosto de 2012, promoveu um debate sobre a ajuda dos pais no dever escolar e no estudo em geral.

A atriz Cássia Kiss conta que está sempre presente, embora não necessariamente ajude de fato no dever. Ela lembra que isso é papel de um profissional e isso é certo, pois ensinar é algo que não pode ser feito de maneira amadora. Um professor submete-se a anos de estudo até que possa ser considerado preparado para a arte de ensinar. A didática e a prática pedagógica devem ser aplicadas não apenas por dom, mas também, com técnica. Do contrário, o aprendizado pode acabar sendo prejudicado.

Carolina Casting e Rubinho Barrichelo também estiveram presentes no debate e concordam que o incentivo aos filhos é fundamental. Rubinho lembra que conversa com seu filho sobre o dia-a-dia, mostrando a ele como as disciplinas escolares podem ser úteis, mesmo quando achamos que nunca serão aplicadas na vida prática. Ele contou ao filho como as aulas de história o ajudaram a compreender os lugares por onde passou em sua carreira automobilística.

A atriz Bianca Salgueiro, que atuou na novela Fina Estampa, revela que passou em quatro vestibulares, inclusive o primeiro lugar geral na UERJ, ainda durante o período de gravações da novela. Tudo isso, segundo ela, foi fruto de muita disciplina. É nesse ponto que os pais devem contribuir mais, pois nos primeiros anos a criança só poderá criar essa disciplina com uma orientação clara.

Fátima Bernardes conta que criou uma rotina para seus três filhos e nisso incluiu o espaço para brincar durante a tarde. Os pais devem perceber que essa é uma necessidade da criança, indispensável ao seu desenvolvimento. Se a atividade escolar substitui completamente a brincadeira, a criança acaba enxergando aquilo como um castigo e não terá nenhum incentivo para incluir aquilo em sua rotina diária.

Irene Maluf, psicopedagoga, diz que o número de aulas para estudar depende da maturidade da criança. Segundo a profissional, aos 7 anos de idade, por exemplo, o aluno deve ter cerca de 15 minutos de tarefa e o restante, para recapitular matérias e retirar dúvidas. Ela diz, ainda, que a participação dos pais é importante numa segunda fase, ou seja, depois que o dever de casa já está pronto, no sentido de verificar o cumprimento dessa responsabilidade.

Cássia Kiss lembra que a escola não individualiza a educação, o que realmente não é possível, já que vários alunos se reúnem numa sala com um único professor. Como cada criança tem um temperamento e desempenho diferentes, pode surgir a necessidade de um auxílio extra. Neste ponto, os pais devem perceber seus próprios limites para ajudar, já que o conteúdo escolar já sofreu mudanças na atualidade. Além disso, os pais podem não estar seguros da matéria, graças à falta de contato constante com a mesma. Nestes casos, a ajuda profissional pode ser uma boa saída. Um professor particular pode ter um papel complementar na educação escolar, levando o aluno à superação de suas dificuldades.

Para os alunos de Belo Horizonte / MG, a rede Professor Particular em Casa permite um acompanhamento escolar em domicílio, com profissionais preparados e focados no resultado escolar dos alunos. Para conhecer o serviço, visite o site da rede: www.professorparticularemcasa.com.br




Leave A Response »